quinta-feira, 9 de maio de 2019

Fátima diz que aceita reforma da previdência desde que não prejudique os pobres


A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT) ouviu na última quarta-feira, 8, do ministro Onyx Lorenzoni, do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) e do presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM), novas explicações sobre a proposta da reforma da Previdência e, embora tenha admitido que é preciso um debate sobre o assunto, afirmou que não a aceitará caso ela prejudique a classe mais pobre.

Nós consideramos que o debate sobre a Reforma da Previdência é necessário, porém não avalizaremos nenhuma proposta que prejudique cada vez mais os mais pobres”, disse a governadora em sua conta pessoal no Twitter.

Fátima se refere a pontos da reforma como a redução de 60% do benefício de prestação continuada e as mudanças de propostas para a aposentadoria para os trabalhadores rurais.

[Não aceitamos] tirar da Constituição as regras básicas do direito à aposentadoria do povo brasileiro e esse sistema de capitalização, que onde foi implementado (como no Chile) levou os pobres à miséria. Retirados estes pontos, entendemos sim que se faz necessária a Reforma, através de um amplo e transparente debate com todos os segmentos da sociedade”, declarou.

Agora RN

Opinião do BLOG DE OLHO NA NOTÍCIA...

A governadora Fátima Bezerra tem boas intenções mas precisa abaixar as bandeiras politicas focar no seu governo, "arrumando a casa" olhar como anda o deficit previdenciário não só do Brasil mas como do Rio Grande do Norte e ver a necessidade da aprovação e apoio do governo federal sobre esta reforma. Fátima tem boa intenção tem um pensamento, visão e noção da economia do estado, mas seus discursos vai contra as suas boas pretensões tirar o RN do buraco que se encontra hoje. Torcemos para que o governo vá bem, pois indo bem, todos nos iremos bem com o bom governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

teste teste