domingo, 20 de novembro de 2016

“Polícia, todo mundo pro chão!”, gritaram homens que assassinaram Thiago Lopes em Jucurutu. Eles estavam com uniformes similares ao da Polícia Civil

Após toda a noite do sábado, (19), fazendo diligências para tentar prender os assassinos da pessoa de Thiago Lopes, a Polícia Militar de Jucurutu e região não obteve êxito.
As informações colhidas no local onde o crime aconteceu – churrasquinho em frente ao supermercado de Floraci Cassiano – dão conta de que três ou quatro homens, em um carro tipo Saveiro, cabine estendida, de cor branca, placa de Natal, estacionaram em frente ao “churrasquinho”, desceram do veículo e, com trajes pretos semelhantes ao da Polícia Civil, se identificaram como Policiais e, armados, gritaram: “Polícia, todo mundo pro chão!”
Em seguida, um dos assassinos teria perguntado: “quem é Thiago?”, tendo este respondido: “Sou eu”. Então, o homem se aproximou de Thiago e desferiu um único disparo de espingarda calibre 12 em sua cabeça, não dando chance de sobrevivência à vítima, que morreu na hora. Outros disparos teriam sido efetuados para o alto, para inibir qualquer reação.
A partir de agora o caso fica a cargo da Polícia Civil, que também esteve no local colhendo dados, e que, através das investigações, tentará chegar até os autores e possíveis mandantes desse homicídio.

Relembre o caso (Aqui)

Fonte: Blog PM Jucurutu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

teste teste