sexta-feira, 27 de maio de 2016

TRÊS PREFEITOS DA REGIÃO SERIDÓ NÃO DISPUTARÃO A REELEIÇÃO EM 2 DE OUTUBRO

Vinte e dois prefeitos que foram eleitos em 2012 que teriam direito da reeleição não irão disputar o pleito de 2 de outubro deste ano nos municípios do RN. 
Quatro desistiram de concorrer por decisão individual, dois renunciaram ao mandato e vinte foram afastados dos cargos por decisão da justiças comuns ou eleitorais e das câmaras dos municípios.
Na região do seridó três prefeitos desistiram de ir as convenções partidárias para homologação de candidatos ao cargo majoritário – no período de 15 de julho a 5 de agosto: José Vilton Cunha, em Currais Novos e João Maria Assunção, em Lagoa Nova e Francisco Santos de Souza(Tinhá), em Bodó.
João Maia Assunção almeja voltar a cuidar dos seus negócios em Lagoa Nova, mas a dificuldade financeira do município é outra motivação apontada para não concorrer á reeleição, outra razão é o acordo político feito com o ex-prefeito Erivan Costa, para que este volte a disputar a prefeitura do município.

“A gente planeja uma coisa pra quatro anos e tenho medo, depois, de não cumprir o que prometi á população. concluiu ele, que até 2012 nunca tinha exercido cargo público.

José Vilton Cunha pretende voltar ás atividades empresariais em currais novos, onde disputou a eleição passada, em lugar de José Lins, que foi impedido de concorrer ao pleito por impedimento judicial. Zé Lins intenciona a voltar a ser candidato a prefeito, mas se não puder, deve apoiar Milene Galvão, irmã do deputado estadual Ezequiel.
Já o prefeito de Bodó, Francisco Souza, o Tinha, enfrenta uma crise política dentro do seu sistema político, que lançou Neuma Assunção, mulher do ex-prefeito Antonio Assunção para disputar a eleição de prefeita, em virtude de o ex-prefeito Francisco Avamar Alves ter uma pendência judicial, que pode impedi-lo de sair candidato a prefeito. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

teste teste