domingo, 27 de setembro de 2015

Servidores do INSS encerram greve e voltam às atividades



Depois de quase três meses de greve, os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) voltam ao trabalho na próxima semana. A decisão foi referendada em assembleias realizadas nos Estados, mas o atendimento ao público somente deverá ser retomado na quinta-feira. Isso porque o fim da paralisação depende da assinatura do acordo firmando com o governo federal, previsto para terça-feira. Além do mais, será preciso revalidar as senhas de cada servidor para que possa operar no sistema. Por segurança, o sistema faz o bloqueio depois de trinta dias de inatividade.
 
Diretor da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social e também do SINDPREVS/RN, Djalter Felismino, disse ontem que na terça-feira está marcada uma reunião com a gerência local do INSS para definir detalhes do mutirão que será realizado no Rio Grande do Norte. “Esperamos colocar o serviço em dia em um mês”, disse ele. Além de horas a mais de segunda a sexta-feira, os servidores vão trabalhar também aos sábados.
 
O INSS tem 33 mil servidores. A decisão pelo fim da greve é tomada pelos sindicatos nacionais para, depois, ser formalizada em uma assembleia nacional.  Na quinta-feira passada, no primeiro dos encontros com representantes estaduais, 15 Estados e o Distrito Federal aprovaram a suspensão da greve. São eles: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraíba, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Maranhão, Rio Grande do Norte, Pará, Bahia e Goiás. Ontem foi a vez de Pernambuco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

teste teste