sábado, 26 de setembro de 2015

RN teve aumento de 122% de mortes de pessoas em confronto com PMs

O número de pessoas mortas em confronto com policiais militares mais que dobrou no Rio Grande do Norte. Em 2013 foram 31 contra 69 em 2014, um aumento percentual de 122%. Os dados são da Coordenadoria de Informações Estadísticas e Análises Criminais (Coine), órgão ligado a Secretaria de Segurança Pública (Sesed).
De acordo com as estatísticas do Coine, o RN registrou uma média de seis pessoas mortas, por mês, em confrontos com a Polícia Militar. Segundo o analista criminal Ivênio Hermes, a estimativa é de que em 2015 esse número aumente para 71, um crescimento percentual de 1,04% em relação a 2014.
Para o analista criminal, a principal causa desse crescimento está na formação dos policiais militares. “Ainda na academia, os policiais são treinados para responder com força exacerbada”, analisou.
Outro fator significativo é a falta de manutenção do efetivo policial em detrimento do aumento progressivo da criminalidade. Ivênio observa que há uma tendência de que os PMs saiam para as ocorrências com um sentimento de vulnerabilidade ainda maior, respondendo à violência com mais violência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

teste teste