sexta-feira, 8 de julho de 2016

UFRN, Funasa e prefeituras planejam sanear 86 municípios do RN

“A sociedade paga um preço muito alto pela falta de saneamento básico e a participação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) nesse projeto confirma a sua vocação em servir ao povo do Rio Grande do Norte”, disse o reitor em exercício da UFRN, José Daniel Diniz Melo, na manhã desta quinta-feira, 7, no Auditório da Reitoria, durante abertura da Conferência Geral para capacitação e Apoio Técnico à Elaboração de Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSBs).

Destinada a gestores e técnicos de 86 municípios do estado, a Conferência, realizada durante o dia todo pelo Grupo de Pesquisa Territorium, do Departamento de Geografia do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), em parceria com a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) e prefeituras, foi dividida em dois momentos.

Pela manhã houve a conferência do professor da UFRN Cícero Onofre de Andrade Neto, sobre a importância do Plano Municipal de Saneamento Básico. À tarde, a apresentação de equipes, ações e metas a serem desenvolvidas durante o período de elaboração dos Planos.

Ao falar aos prefeitos e técnicos, o coordenador do projeto, professor Aldo Aloísio Dantas da Silva, deixou claro que os planos só serão feitos se houver aderência e compartilhamento dos gestores municipais. Aldo Dantas lembrou que a Lei nº 11.445, de janeiro de 2007, obriga ao saneamento básico em todos os municípios brasileiros.

Conforme calendário anunciado pela coordenação do evento, haverá quatro rodadas de capacitações regionais:

1ª – 18 a 19/07, no Instituto Federal de João Câmara;
2ª – 20 e 21/07, no IFRN de Canguaretama;
3ª – 8 a 9/08, na Universidade Federal Rural do Semi-árido (UFERSA), em Caraúbas;
4ª – 10 e 11/08, no CERES da UFRN em Currais Novos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

teste teste