sexta-feira, 15 de julho de 2016

Segunda fase da operação Ares aconteceu hoje em Currais Novos


Aconteceu na manhã desta sexta feira (15), a segunda fase da Operação Ares que foi desenvolvida pelas Policiais Civil e Militar visando coibir o tráfico de drogas e outros crimes na Região do Seridó. 22 dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de Currais Novos e Caicó, também foram cumpridos 9 mandados de prisões preventivas e um flagrante por tráfico de drogas (cocaína).

“A Operação desencadeada hoje continuará nas próximas semanas, e certamente pessoas que eventualmente venham a insistir em praticar crimes, seguramente serão presas de imediato, pois além da incontestável eficiência do policiamento local, o número de Policiais distribuídos na cidade será significativamente maior do que sempre é previsto durante o período de festividades”, disse o capitão Moacir.





Durante todo o período das festividades no mês de julho, a cidade contará com aproximadamente 680 homens da Polícia Militar, além dos policiais do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE) que atuarão em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Detran-RN nas fiscalizações a condutores de veículos que circularão pela cidade. A Polícia Civil também reforçará a equipe da Delegacia local com escrivães, agentes e delegados.
Além do reforço policial, a cidade contará com uma viatura de combate a incêndio do Corpo de Bombeiros Militar (CBM), médico legista do Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP) e toda estrutura do Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICCM), que consiste em um caminhão com 16 câmeras, sendo 12 destas fixas, com zoom frontal de alcance de até 600 metros e outras duas câmeras com sensibilidade térmica, que conseguem identificar pessoas pelo calor do corpo.
A Secretaria de Segurança Pública ainda vai disponibilizar outro caminhão de observação que funcionará como base operacional, com 16 computadores, internet e telefones. Ele possui sistema digital de controle dos rádios e câmeras da estação de observação, além de um gerador com autonomia de operação de 12 horas.

ASSESSORIA DE IMPRENSA 

Polícia Civil do RN - (Degepol)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

teste teste