quinta-feira, 14 de julho de 2016

Detidos por violação de local de crime em caixa bancário recebem liberdade

As seis pessoas que foram detidas nesta quarta-feira (13) por furtarem dinheiro das dependências do Banco do Brasil de Cruzeta/RN após a explosão dos caixas, foram beneficiados nesta quinta-feira, (14), com a concessão de liberdade provisória pelo juízo da Comarca daquela cidade.

João Maria de Medeiros, Pedro da Silva, Judson Rafael, Wellington Silva, José Anderson Batista e Edilson Araújo, todos residentes em Cruzeta, foram beneficiados pela decisão do magistrado, que entendeu não estarem presentes as hipóteses para manutenção das prisões.

A defesa dos acusados, patrocinada em conjunto pelos advogados Ariolan Fernandes e José Ethel, peticionou ainda no início o pleito liberatório, que foi apreciado e julgado procedente. Agora os acusados responderão ao processo em liberdade.

O caso deve servir de exemplo para outros curiosos que invadem local de crime, que além de levarem risco à vida, podem também incorrer em processos. Por sorte os envolvidos se deram bem, certamente, agradecerão à defesa. "Nunca mais vou mexer em nada que não seja meu, nunca fui a uma delegacia nem para servir de testemunha, quanto mais ser preso por causa de uma bobeira dessa", disse o jovem Wellington Silva.

Relembre o caso (AQUI) e (AQUI)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

teste teste