segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

42° Homicídio em Mossoró 2016: Servente de pedreiro é assassinado dentro de casa durante a madrugada no Belo Horizonte.





Um crime de homicídio por arma de fogo, foi registrado, por volta das 02h20min da madrugada desta segunda feira 22 de fevereiro de 2016, na rua Marinho Dantas, no bairro Belo Horizonte em Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte. 

A vítima identificada como, Antonio Ferreira, conhecido como Bitonho de 58 anos de idade, foi morto com cerca de três disparos de arma de fogo enquanto dormia em sua residência. Segundo a Polícia a vítima estava dormindo em uma rede na sala da casa quando os criminosos chegaram, arrombaram a porta da frente, invadiram o imóvel e atiraram no servente. 

Ele ainda tentou escapar da morte, correndo para o banheiro, mas foi executado. De acordo com a perícia criminal, o servente de pedreiro foi atingido com três disparos, sendo dois nos braços, um penetrante e outro de raspão e um na região torácica. 

Segundo o Dr. Otávio Domingos, perito criminal, foram usadas duas armas de fogo na ação criminosa, um revolver e um espingarda de cartucho calibre 12 e que possivelmente eram dois atiradores.
A mulher da vítima disse à delegada de Plantão Dra. Márcia, que foi ao local com sua equipe de agentes civis, que estava dormindo no quarto e quando ouviu o tiro se escondeu embaixo da cama e só saiu quando os criminosos, que estavam encapuzados, foram embora. 

Ela disse também que seu marido não tinha envolvimento com drogas e que só fazia uso de bebidas alcoólicas, no entanto a perícia criminal encontrou na cueca de Antônio Ferreira, 30 pedras de crack embaladas em um saco plástico. 

A polícia Civil acreditam que a morte do servente de pedreiro esteja relacionada com o tráfico de drogas, mas segundo a Dra. Márcia essa hipótese só será definida com as investigações que ficarão a cargo da Delegacia de Homicídios (DEHOM). 

Após o isolamento do local,realizado pela Polícia Militar e da perícia pela equipe do ITEP, o corpo do servente foi recolhido pelo Rabecão, para a sede da Unidade Regional do Instituto Técnico e Científico de Polícia, onde será necropsiado e liberado para sepultamento. 

Com o registro de mais um homicídio, a cidade de Mossoró chega aos 42 assassinatos neste ano de 2016, que pelo andar da carruagem poderá ser o mais violento de sua história.

Fonte: Fim da Linha - Reedição De Olho Na Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

teste teste